Boletim
 

CRIADOR E CRIATURA

Arce Correia

Arce Correia nasceu em sete de novembro de 1979 e foi criado na região de Camapuã-MS. É formado em técnico agrícola pelo Centro de Educação Rural de Aquidauana (Cera) e atualmente se dedica à profissão de ator, bailarino, preparador corporal e diretor teatral.
Sobre as influencias artísticas na infância, o artista conta que chegou a fazer algumas encenações na escola, mas nunca teve muito contato com o teatro. Lembra-se gostava muito de ver os terços cantados e as apresentações de danças folclóricas da Família Malaquias, nas tradicionais Festas do Divino, em Camapuã. Na família do pai também havia muita gente que cantava.
Aos 14 anos Arce veio com a mãe para Campo Grande, onde pretendia prosseguir os estudos do 2º grau. Decidiu entrar para o Centro de Educação Rural de Aquidauana (Cera), fazer um curso técnico em agropecuária.
Foi lá que assistiu pela primeira vez uma peça, apresentada pelo Grupo Teatral do Cera. O elenco era formado por estudantes, sob a direção do professor Paulo Correia, primo do ator Rubens Correia. Arce acabou entrando para o Grupo, onde participou por dois anos em diversas montagens.
No ano de 1997, os estudantes foram para o Festival Sul-mato-grossense de teatro. Pela primeira vez, Arce Correa recebeu indicações na categoria de melhor ator de teatro adulto. Nessa ocasião fez contatos com diversos grupos e atores de Campo Grande. “Eu estava gostando muito de fazer teatro. As pessoas me incentivavam, mas eu não acreditava muito naquilo, porque me preocupava em trabalhar para ajudar minha família. Não sabia que o teatro poderia se tornar uma profissão”, recorda.


O que é a Maria Quitéria?


Ele ressalta que sua personagem não é uma drag queen ou um travesti, conforme muita gente diz. “Maria Quitéria é uma criação teatral. É a caricatura de um Brasil alegre e extravagante. É o exagero. Ela tira sarro de tudo, satiriza o comportamento humano. Faz refletir sobre a mesquinhez, sem ofender ou agredir as pessoas. Ela é um deboche. Não é apenas comédia pastelão”, explica.
Além disso, o diferencial da personagem é que o ator se baseia em fatos da realidade, para fazer humor com uma dose de crítica social. Um exemplo é a frase “chora no corpão” e o lema “Deusa do MS”, criados para Maria Quitéria. A personagem assume seu jeito de ser e torna-se bonita justamente pelo oposto da beleza.
Seu figurino é inspirado em cores e estampas exageradas como o chitão. “Ela é muito simples, usa o que quer. Se assume e se aceita como é, por isso torna-se bonita. As mulheres a acham linda”, destaca. Além das roupas, Maria Quitéria coleciona muitos acessórios como chapéus, sapatos e bijuterias.
“Ela parece uma penteadeira. Tudo é muito enfeitado, com brilhos, laços. É o seu jeito de ser, e que ela acha muito simples”, satiriza o criador. Atualmente a personagem conta com o apoio do estilista Nei Aquino, que faz a criação dos figurinos a partir das idéias de Arce Correia.

Informação para Shows e Eventos
MS (67) 9282-6131

SP (011) 94247431 Claro

SP (011) 86349323 Tim




atorarcecorreia@gmail.com

  Maria Quitéria - A Deusa do MS - Shows, Festas, Eventos, Batizados e Confusão!!